Olhar para Jesus e saber que ele amava
Olhar para Jesus e saber que ele amava
22 de fevereiro de 2015
Metodologias, modelos e estratégias
Metodologias, modelos e estratégias
22 de fevereiro de 2015
Show all

É a missão integral?

É a missão integral?

Fico lendo (confesso que muito por cima e não me detenho demais …) em alguns comentários ou mesmo publicações em blogs ou sites sobre se é a Missão Integral? Fico pasmo com a falta de conformidade lógica do pensamento de muitos.

Algumas vezes penso que, se Jesus estivesse por aqui, em nossa época e pregasse certas coisas, seria crucificado por alguns por fazer parte de um movimento revolucionário ou comunista como diriam outros.

Não tenho medo da missão ser integral, até porque leio, sem nenhum exercício de exegese (inda que já tenha feito também!) as palavras de Jesus no Evangelho de Mateus 25 com extrema facilidade e me sinto confortável.

O discurso

Jesus, em seu discurso sobre o seu reino disse, dentre outras coisas:

Quando eu estava com fome, vocês me deram de comer.

Quando eu estava com sede, vocês saciaram a minha sede.

Quando eu era um forasteiro, vocês me receberam em suas casas.

Quando eu estava nu, vocês me vestiram.

Quando eu estava doente, foram me visitar.

Quando eu estava preso, foram me ver na prisão.

No discurso, quem recebe as palavras pergunta pra Jesus:

A pergunta chave

Quando foi, Senhor, que estava com fome, com sede, forasteiro, nu, enfermo e preso que cuidamos do Senhor?

A resposta

A resposta de Cristo é enfática:

Afirmo pra vocês que, cada vez que vocês cuidam de um destes pequeninos que estão passando por diversas necessidades físicas, mentais, espirituais, aqueles que tem fome, sede, não tem onde morar, não tem como se vestir, aqueles que estão doentes e encarcerados, ou seja, todos aqueles que por algum motivo sofrem e padecem de males diversos que o próprio pecado proporciona e a justiça não chega até a eles para cuidar deles – quando então vocês cuidam destes, estão cuidando de mim.

Veja o texto completo na sua Bíblia – Mateus 25:35-45

O texto é por demais explícito para necessitar de explicações.

Uma nota final

Jesus está falando e monta uma cena com aqueles que estão à sua direita e outros que estão à sua esquerda e diz que aqueles que são os “benditos do meu Pai” é que praticam este evangelho integral.

O cuidado do outro não é apenas saciar a fome, sede ou nudez física, mas ao que parece Jesus está falando do ser humano e suas necessidades – é o cuidado integral do ser humano que dá a entender, essa é a vontade de Deus para conosco, através de Cristo e de nossos ministérios.

Mas talvez, só talvez, estejamos mesmo é preocupados em salvar-lhes as almas apenas e deixar que o restante seja apenas um recurso a ser cumprido no céu.

É de fazer pensar, não é mesmo?

Veja também: Teologia da Missão Integral – uma resposta

Comentários