A vida como ela é
A vida como ela é
22 de fevereiro de 2015
Exibir tudo

A vida e o sofrimento

A vida e o sofrimento

O sofrimento e a dor não são resultado apenas de doenças, pecados ou mesmo de situações de perseguição e injustiça. Por isso é preciso falar sobre a vida e o sofrimento.

Algumas vezes os sofrimentos estão ligados à relações diversas que temos com variado tipo de pessoas.

Nos sentimos machucados pela frieza de alguns. Pelo pouco caso que outros fazem de nós e de nossas necessidades. Por promessas não cumpridas, pelo abandono no caminho, pelas mudanças bruscas de planos e por tantos outros motivos.

Algumas vezes esta relação dolorida interfere em outras áreas da vida – como é de se esperar, pois tudo em nós está interligado. Aí as coisas tendem a piorar, dores são estendidas, danos são causados.

Bíblia

Há um texto em Tiago (1.2) que, apesar de ter uma aplicação prática para uma época e situação de perseguição, fala muito sobre a atitude diante do sofrimento (seja ele qual for) – disse Tiago: “…considerem motivo de grande alegria o fato de passarem por diversas provações” (Tiago 1:2).

Nem vou me ater ao fato dele instar conosco que devemos considerar motivo de grande alegria passarmos por provações, mas somente na palavra provação em si.

Provação – ‘domimion’

Provação aqui é ‘dokimion’ – literalmente: “um teste”.

Para mostrar que algo é real, aprovado, para revelar o que é bom, genuíno.

‘Dokimion’ (que vem de ‘dokimazo’ = testar) define que a provação é um teste para revelar uma aprovação, algo verdadeiro, genuíno, real e bom.

O fato é, que quando sou testado não se quer produzir fé ou confiança, mas revelar que tal confiança ou fé existem e são genuínas.

Fé genuína

A fé genuína suporta a provação e se mostra real.

A fé genuína sente a dor do sofrimento. Ela, porém, não se nega a aparecer, pois ela está colocada em Deus e não em nós mesmos ou nas circunstâncias.

A fé que é provada responde: “Como está escrito!” Assim, ela compreende que a Palavra de Deus tem sempre a última resposta para a vida.

Não podemos nos isentar de sofrer diante das nossas derrotas pessoais. Certamente, quando a fé está presente na vida humana e ela é genuína, tendo sido dada por Deus, a realidade será mostrada para além da dor. Em Deus é que esperamos, clamamos, nos movemos e somos sarados.

Por inferência, parece que a finalidade da provação é gerar em nós maturidade e integridade. Tudo isso em meio a vida e o sofrimento.

Que Deus nos ajude com sabedoria sempre!

Prof. Gedeon Lidório